Melhor Álbum de Música Injustamente Esquecido Pela Maioria das Publicações Nacionais


MEW - " And the Glass Handed Kites"

Surgiram em Portugal pela 'mão' de uma campanha da Optimus (aquela em que havia um olho a ocupar todo o ecrã); alguns ainda ajudaram a despoletar a banda para as conversas e zunzuns nos media, comprando o recém-lançado"Frengers", mas quando saiu este último álbum, em 2005, e depois de o ouvir 3 ou 4 vezes, disse para mim: "#$%#$%$%!!!!! Este vai entrar à séria na luta pelo Top5 dos melhores álbuns deste ano!!!"

Surpresa: nem se ouviu falar dele.

A quem o emprestei, depois de escuta atenta, também ficou sem qualquer dúvida (faltas tu, Pedro L. ! que tal?). O álbum está composto como um todo, com as faixas interligadas entre si a formarem uma peça inteirinha de 1 hora genial. Um rock extra-melódico, com vozes aqui e ali em coro, com imensos 'crescendos' (traço, aliás, da banda) e sem uma faixa que se diga 'estragar o show'.

Os japoneses, esses, já há muito se renderam (há aliás uma faixa bónus numa das edições, cantada na língua dos misters-olhos-em-bico-sayonara - - Shiroi Kuchibiruno Izanai (a.k.a. White Lips Kissed).

Para saber mais sobre o Melhor Álbum de Música Injustamente Esquecido Pela Maioria das Publicações Nacionais, basta dar um pulo ao All Music, no link abaixo:
"www.allmusic.com - mew - andtheglasshandedkites"

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 0 Comments

Colecção Berardo - Centro Cultural de Belém

(Mel Ramos)

Vi hoje e gostei, sobretudo da área PODER DA COR e de todo o piso 2, dedicado à POP e às grande extravagâncias. Excluindo-me, contudo, de ser um expert (longe disso), não deixei de ficar com dúvidas sobre a solução de esta colecção ocupar em permanência tanto espaço no CCB para os próximos anos.

Basta pensar no museu do Design, que ocupava o piso -1 (agora parte integrante do Museu Berardo) e que por isso teve de se 'ir embora'; quem o viu nos anos em que ali esteve exposto, sabe como era uma colecção extraordinária; Está agora relegada ao silêncio, nos tempos mais próximos. É este o procedimento? Se amanhã surgir outra colecção melhor que a do Berardo, acontece-lhe o mesmo que ao Museu do Design? No local onde esteve a colecção, e junto à bilheteira, nem sinal do paradeiro do Museu do Design.

Acho também incompreensível e inaceitável como no site do CCB (www.ccb.pt) não há uma única referência à Colecção Berardo, já nem falando na obrigatoriedade de terem criado uma área própria para o museu. Afinal, se é para capitalizar e potenciar a colecção e colocá-la na rota de quem nos visita, acho que por aqui já começa côxa...

Nos dias que correm, inaugurações destas com eco apenas nos meios tradicionais da comunicação social, como se viu, em TV, rádio e imprensa, auguram pouco de bom para o futuro desta Colecção. Vejamos hoje, hoje em que as tv's já não mostram nada da Colecção, em que a rádio já não dá sinal da mesma e em que os jornais de segunda-feira já estão na hemeroteca - - - onde se pode saber mais sobre o Museu Berardo no CCB?

Na internet.

Pois...

Coloquem-se, por exemplo, na pele de um qualquer nacional conterrâneo ou estrangeiro interessado. Vamos pesquisar no Google (experimentei www.google.com e também www.google.pt) por "berardo collection" ou "berardo museum". Resultado: nem uma referência ao CCB no topo. E ainda encontrei nos primeiros 5 resultados um site que referia a colecção como estando em Sintra...

E depois admiram-se do Joe e do Mega Ferreira não se entenderem.



POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 0 Comments

Countdown...

...bah,
as férias quase que já lá vão.

=(

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 2 Comments

Férias ( II )



sem computador
sem net
sem dvd

liberdade?
ou deserto?

a insustentável leveza do ser?...

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 2 Comments

Fééééééééééééérias!!!

Até dia 2 de Julho.

Cuidem bem de vocês, dos filhotes, dos vasos sanguínes, dos músculos, da mente e, acima de tudo, não esqueçam essa máxima e lei da vida: "em Santos Populares comer sempre sardinha com as mãos!"


=)

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

Branco + Branco = + Sucesso

Por cá, imperam por esta altura os cremes auto-bronzeadores, e até a Nivea já incluiu os homens nesta cruzada. Mas pelos vistos não é o que sucede na Índia...

Nas suas campanhas de comunicação, marcas como Avon, L’Oréal, Ponds, Garnier, the Body Shop, Jolen ou Fair and Lovely parecem estar a dizer, quer a mulheres quer a homens, que pele branca é sinal de modernidade e de sucesso. A polémica, claro, já vai longa.

Exemplos:
http://www.youtube.com/watch?v=3MLZj6lkn7Q
http://www.youtube.com/watch?v=dCsnS4aJ-cY


Podem acompanhar em detalhe e notícia e discussão aqui:
The New York Times

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 0 Comments

Tesourinhos Deprimentes - Windows



Depois de dar um pulo ao GJOL deparo-me com esta preciosidade. Trata-se, pois, de um filme produzido pela Microsoft para promover o Windows 3.8.6. junto dos retalhistas, na famosa ida década de 80.

Quem achar que aguenta, clique no play...

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , , ,
DISCUSSION 0 Comments

www.meiosepublicidade.pt

A Meios & Publicidade tem novo site.

Do que vi até agora, e falando em termos puramente estéticos, bem melhor. Mas o design quase cópia ao ElPaís também ajuda. =)
O trabalho da Log, esse, também me parece ter sido um factor chave.

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN ,
DISCUSSION 0 Comments

Alberto Cairo - Infografias

Alberto Cairo destacou-se com o seu trabalho no elmundo.es.
Muito interessante a entrevista que deu aqui; vale a pena não só para designers como (e eu diria sobretudo) para jornalistas e editores de informação.

Podem ir consultando a página de A. Cairo:
www.albertocairo.com

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN ,
DISCUSSION 0 Comments