Vídeo: Fazer skate em plena auto-estrada

Pelos vistos os árabes não têm só petróleo, como têm jeito igualmente para patinar em pleno alcatrão e algumas acrobacias difíceis. ORa espreitem o vídeo abaixo, com a malta a abrir as portas e fazer skate com os pés em pleno andamento:

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 1 Comment

Casamento: melhor dança entre pai e filha

É um bonito momento, e não muito fácil de se encontrar por esses casamentos fora...
;)


POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , , ,
DISCUSSION 0 Comments

TV 2.0

Em preparação da apresentação a realizar na Univ. Nova de Lisboa na próxima 3.ª-feira, sob o mote "TV 2.0", claro que na elaboração da mesma tenho de vos perguntar:
- o que acham significar TV 2.0?
- como acham que vai ser o consumo de TV no futuro?
- como acham vão ser mesmo os televisores do futuro?
- como é já hoje a forma como acompanham os vossos programas favoritos?


POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

www.expressoemprego.pt

O Expresso Emprego pretende manter-se no topo das pesquisas e recolha de anúncios e candidaturas de emprego, e mudou a assinatura. Agora, o Expresso Emprego assina como "A sua carreira é o nosso trabalho". É feliz, muito embora seja mais uma assinatura feita dos típicos trocadilhos, mas que neste caso encaixa na perfeição. A Meios & Publicidade revelou hoje na edição online, e aqui fica em baixo o anúncio e o link




ver Expresso Emprego



POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 1 Comment

Vídeo: bebés gémeos de 1 ano falam entre si

Ok, não terão bem 1 ano, mas um pouco mais, mas o melhor do mundo são as crianças, não são?
E um vídeo legendado e com graça?
E um vídeo de 2 minutos cheio de da-da-da-da?
LOL

Para os pais babados e não só, aqui fica:




POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , , ,
DISCUSSION 0 Comments

Vídeo: Como beijar uma miúda

"Os americanos gostam é disto", como diria um amigo meu da faculdade.
Piadas fáceis e uma cultura da partida que vem desde há décadas com o "Candid Camera".
Este é o próximo vídeo que de tão fácil e banal promete, como sempre, ser viral.
boy-meets-girl. Ou como se dirá por cá, como beijar miúdas sem esforço:




POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , , ,
DISCUSSION 0 Comments

Vídeo: "Ai Se Eu Te Pego" - Zé Laustibia

É um dos mais promissores virais.
O vídeo até é simples (não são todos os virais?) e dá espaço para se notar que aqui e ali aparece na parede uma tomada de electricidade, mas parece estar a querer subir a bom subir.
Zé Laustibia, a personagem, dança o hit popular "Ai Se Eu Te Pego".
Veremos no que isto dá:




POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , , , ,
DISCUSSION 0 Comments

Novo vídeo - Volskwagen

A Volkswagen lançou mais um vídeo de reforço emocional à marca, desta vez com uma manada imensa de ouriços que, pela noite dentro, vão adorar o logótipo, pois reconhecem-no diariamente nos carros que evitam atropelar os da sua espécie.

É mais um vídeo emocional e de reforço da segurança da marca alemã.
Aqui fica:

volkswagen "hedgehog" from wandaproductions on Vimeo.

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN ,
DISCUSSION 0 Comments

Vídeo: o que fariam os seus filhos se lhes dissesse que comeu os doces deles?

O Jimmy Kimmel perguntou também e uma data de famílias fez o teste.
Ora vejam:

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , , ,
DISCUSSION 0 Comments

Vídeo: Hélio, uma cena que não assiste, agora em... triciclo



Depois da versão skate, as réplicas sucedem-se.
Desta vez em triciclo, mas onde também não parece ter terminado lá muito bem...


POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 0 Comments

Vídeo: declaração de amor que corre mal...

Era para ser uma declaração de amor, como tantas outras, de boy-meets-girl e recebe um beijo.
só que fica para a história como mais um exemplo de como a comunicação nem sempre é eficaz entre emissor e receptor, sobretudo se os papéis não foram devidamente identificados, de quem deseja quem..
Ora vejam até ao fim:

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , , ,
DISCUSSION 0 Comments

Vídeo: rapaz dança e faz breakdance de forma elástica

É mais um daqueles vídeos que impressiona pela elasticidade de quem estamos a ver a dançar com uma destreza de fazer inveja ao Michael Jackson...





POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , , ,
DISCUSSION 2 Comments

Acabar com as dívidas

A receita milagrosa é procurada por muita gente e a solução, essa, prometida por outra tanta mais.

No Brasil, como em todos os países, há quem tente fazer crer que há milagres.
Neste caso, o vídeo mostra como há quem tente fazer crer que para acabar com as dívidas e pagar as dívidas basta uma - toalhinha.

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , , ,
DISCUSSION 0 Comments

Ideias para presentes de Natal - Angry Birds

Para quem procura saciar um desejo de graúdos e miúdos (por esta ordem), há de tudo para presentes de Natal e não só na loja oficial da Angry Birds, em http://angrybirdsgifts.com.

Prendas e presentinhos, presentões, presentaços...

Capas para o iPad, mealheiros, figuras, peluches, almofadas, porta-chaves, etc, etc...
Aproveitem.
E Feliz Natal!
;)









http://angrybirdsgifts.com

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , , ,
DISCUSSION 0 Comments

Chocolate - de leite, e branco

A Cadbury lançou para nos abrir o apetite natalício um vídeo delicioso. Chama-se "the Charmer" e mostra de forma galhofeira mas açucarada um cientista a elaborar o melhor do leite e do chocolate e da nata, para nos abrir o apetite e nos fazer sorrir um pouco.

The Charmer from Nils-Petter Lovgren on Vimeo.

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 0 Comments

Novo telemóvel - NOKIA

A Nokia lança novo concept, desta vez um telemóvel que não é nem flexível nem revolucionário no teclado... ou se calhar é.

A ideia do NOKIA Gem é tornar todo o dispositivo, toda a superfície, touchscreen. Desde a frente, às partes laterais, tudo. Esqueçam a piquinhice da questão dos riscos e do etecetera. É um concept. Para nos fazer sonhar. Quiçá inspirar. Nunca se sabe no que isto dará, mas pelo menos num bom vídeo já deu ;)

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN ,
DISCUSSION 0 Comments

Prendas de Natal: maior pista de Hot Wheels

Pode ser que tenham algum dinheiro extra para gastar neste Natal, e sobretudo uma casa muito grande.

A maior pista de Hot Whhels atravessa 14 salas e ainda dá um pulinho ao jardim, o carrinho demora 4 minutos a percorrer toda a pista e nem sei quanto tempo os autores demoraram para fazer a pista, filmar o vídeo, editá-lo, e desmontar tudo a seguir... já para nem falar no investimento.
;)

Aqui fica o vídeo da maior pista de Hot Wheels:

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , , ,
DISCUSSION 0 Comments

Vídeo: "Escacar Pedra"

É claramente o vídeo do momento. "Escacar Pedra" é o que um estudante da UTAD confessa à jovem repórter, numa noite académica bem bebida, e os curtos minutos do rapaz prometem ficar para a história; ele, que nunca perde a descompostura. Ora vejam:

  ;)

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , , , ,
DISCUSSION 0 Comments

RONALDO - imagens do documentário e explicação do Eye Tracking (com Vídeo)

Vídeo de Cristiano Ronaldo, nas filmagens do documentário, onde se explica o recurso à tecnologia de Eye Tracking para demonstrar o comportamento humano - neste caso de um jogador.

De lembrar que a tecnologia de Eye Tracking é mais comummente usada para análise à usabilidade de websites ou mesmo de anúncios em Tv ou imprensa.

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

PEPSI e X-FACTOR: novo anúncio da Pepsi (com vídeo)

É a mais recente campanha da marca de colas americana, que junta o legado de talentos musicais como Michale Jackson, Britney Spears e Mariah Carey para suportar a sua ligação aos novos talentos, do concurso X-Factor, o qual patrocina integralmente.

Para acompanhar esta ligação das duas marcas e os frutos das mesmas.

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

PEP TALKS! Fenómeno viral do momento e português

ela é ainda uma desconhecida, mas no YouTube oss eus vídeos e a excelente edição dos mesmos torna os monólogos muito bons para ver, a personalidade é QB sarcástica como normalmente o público gosta, e os textos e piadas para audiências mais jovens está no bom caminho.

veremos no que isto vai dar
:)

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

Nova homepage RTP com mais notícias

Nova homepage RTP, o que muda

A nova homepage da RTP, sempre em www.rtp.pt, arranca já este dia 8 de setembro. E foram vários os passos que nos trouxeram até aqui.

Desde uma medição intensiva de resultados nas áreas já existentes na homepage antiga, passando pela análise aos conteúdos mais acedidos no resto do sítio, e enquadrada ainda a página com outros projetos futuros a caminho. Foram depois envolvidas várias das áreas da RTP (MKT e Conteúdos, Informação, Sistemas, Multimédia, Audiências, Programas, Grafismo) e os parceiros |create.|it| e fullsix.

Eis agora o resultado de um trabalho continuado, que mais do que se expressar inteiramente aqui na nova homepage, antes é um primeiro reflexo de entre muitas das novas áreas que estão e serão redesenhadas e repensadas nos próximos meses.

Dia a dia, sempre em www.rtp.pt, por aqui vemos os programas, as notícias, o país e o mundo. Dia a dia, vemo-nos por aqui.


Nova homepage RTP, o que muda


Mais notícias, mais informação:
A área dedicada à informação diária é a que mais mudanças apresenta na nova página.

via rtp.pt

O texto é extenso mas espero que valha a pena; senão, culpem o autor :)))
Podem lê-lo na íntegra aqui:
http://www.rtp.pt/icmblogs/rtp/estadositio/?k=Nova-homepage-RTP-o-que-muda.rt...

R.

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 2 Comments

Vídeo russo com jovem que apalpa 1000 raparigas nos seios faz sucesso no YouTube

Um vídeo russo está a fazer as delícias dos rapazes pelo mundo fora, com um rapaz que em vários locais vai testando jovens raparigas e filmando a sua reacção quando as apalpa nos seios. O vídeo é algo simplório mas tem uma edição divertida em conjunto com uma trilha sonora 'fun'. E em apenas 1 dia leva já 700.000 visualizações (!).

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

inscrições - curso - marketing redes sociais - digital

Arrancaram as inscrições para a 2.ª Edição do Executive-Master em Marketing nas Redes Sociais - e a 1.ª edição foi verdadeiramente excepcional, posso já dizê-lo agora que estamos na recta finalíssima.


Marketing nas Redes Sociais - 2011/2012 - IADE » http://bit.ly/mktredesociais


Alguns momentos:
Recebemos figuras como o Nilton e até fomos assistir a um dos programas do "5 Para a Meia-Noite" para perceber como se usam as redes sociais in-loco, a Google explicou parte do seu sucesso na web e traçaram-se as questões do futuro, a Marktest explicou-nos como estão as figuras públicas e o seu reconhecimento e como se podem avaliar na web as marcas, a Maria João Nogueira pôde ajudar a resolver dúvidas sobre o caso Ensitel e como poderiam as redes sociais ter servido de ajuda ao problema, e o Rui Lourenço mostrou-nos como ao nível político estão as figuras e os partidos. E isto foi apenas uma parte.


Criar, gerir, avaliar:
A par disto, a turma especializou-se na definição de estratégias de marketing para criar, gerir, avaliar e definir o posicionamento das suas marcas nas redes sociais. Desenvolveram-se conhecimentos e aprofundaram-se técnicas, e creio que para uma 1.ª edição não poderia ter corrido melhor.


A web está em incrível crescimento, apesar de tudo, e acredito que esta Pós-Graduação cumpre à risca quando definimos que não queríamos ser um curso com muita introdução a muita coisa sem chegar ao fundo de coisa nenhuma.


Resta-me deixar o convite para partilharem com quem conheçam e que possa estar interessado.
É uma altura de crise, mas também por isso mesmo de oportunidade.
Estruturar e aprofundar conhecimentos. Desenvolver competências de comunicação, criação e gestão. Dos websites e blogues, do facebook ao twitter e ao linked.in, do Flickr ao YouTube, etc, etc...


Marketing nas Redes Sociais - 2011/2012 - IADE
http://bit.ly/mktredesociais


;)

POSTED BY Ricardo Tomé
DISCUSSION 0 Comments

vídeo: ideias para ter ideias, ou como inspirar para ser-se criativo

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

TWITTER + MTV Video Music Awards 2011

Welcome to the MTV Video Music Awards Twitter Tracker. Track which VMA celebrities are building the biggest BUZZ, retweet your favorite VMA pics in PAPARAZZI, and watch the stars tweet from their seats in HOT SEAT. Join the conversation on Twitter with #VMA.

PAPARAZZI shows celebrity photos from the VMAs. Popular mode shows the most retweeted photos; recent mode shows the latest.

HOT SEAT shows you which celebrities are tweeting from the show and whose tweets are the most popular on Twitter.

BUZZ shows you which VMA celebrities are the most talked about on Twitter.

CLOSE

Seguindo as pisadas de anos anteriores, a MTV e os Music Video Awards recheiam-se de twitter updates, imagens em direto dos bastidores (só para quem reside nos USofA) e claro, um twitter tracker que ainda nem o espectáculo tinha começado e em 5 dias já detectava mais de 6 milhões de tweets com a tag #vma.

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

Outdoors que vale a pena ver

A totally out of the box billboard poster created to dramatize the issue of neglect. You can even see the message ‘Thanks for seeing me’ on the wall, just in case that someone pulled out the plastic model. (Image Source: Ads Of The World)

australian childhood foundation invisible 40 Absolutely Brilliant Billboard Ads!

no link há mais, muitos mais

;)

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

Wi-Fi de largo alcance

La IEEE, organización técnica dedicada a la aprobación de estándares de telecomunicación, ha aprobado el nuevo IEEE 802.22, sistema de conexión Wi-Fi de alta velocidad que utiliza las bandas de frecuencia de televisión, VHF y UHF, para transmitir la señal. Este tipo de conexión permite llevar Internet de alta velocidad a zonas rurales donde hasta ahora se habían producido dificultades para el envío de la señal. Según la IEEE, el nuevo estándar permite crear puntos de acceso con radios de alcance de 100 kilómetros y velocidades de hasta 22 Mbps.

El desafío de llevar Internet a más lugares vive una nueva fase. Hasta ahora, muchas zonas alejadas de las grandes ciudades tenían dificultades para recibir señales de conexión a Internet. Por el momento la mejor solución era llevar Internet a este tipo de lugares gracias a la tecnología por satélite, pero el nuevo estándar aprobado por el IEEE puede suponer toda una revolución.

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

Motins em Londes: BlackBerry Messenger é o meio de comunicação usado pelos manifestantes

bbm

O BlackBerry Messenger é o meio de comunicação mais utilizado pelos manifestantes nos motins da cidade de Londres, que caminham hoje para a quarta noite. A manifestação começou como um protesto contra a morte de Mark Duggan, que foi baleado pela polícia, pelo que nesse dia foi logo criada uma página no Facebook, onde se encontram algumas mensagens que incitam à violência.

No Twitter a adesão não foi tão grande, os manifestantes apenas usam a rede social para descrever algumas das ilegalidades que cometeram. Tendo uma grande adesão no Reino Unido, o Blackberry foi, e continua a ser, o meio mais utilizado pelos manifestantes de maneira a comunicarem uns com os outros.

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

Vieo - Super-Homem - sequência apagada do filme

muito bom!
;)

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

As 100 pessoas mais influentes no mundo dos Media - via GUARDIAN

Desde os fundadores e gestores da GOOGLE, FACEBOOK e muito o TWITTER, mas também os blogues. O Mundo está a mudar. quem não percebeu ainda, abra alguns dos perfis e casos de sucesso aqui retratados.

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

40 links diretos para óptimos recursos na área da web, pela Mashable

Coming at you with the weekly roundup of features you may have missed on Mashable. Can you handle our collection of Google+ tips, mobile how-to’s, and general geekery? We thought so.

We especially hope you love the editors’ picks this week because we have a hunch they’re exactly what you need. Read on for the latest in tech resources, gathered together for your convenience in this handy one-stop guide.

Editors’ Picks

Social Media

For more social media news and resources, you can follow Mashable’s social media channel on Twitter and become a fan on Facebook.

Tech & Mobile

For more business news and resources, you can follow Mashable’s business channel on Twitter and become a fan on Facebook.

Business & Marketing

For more business news and resources, you can follow Mashable’s business channel on Twitter and become a fan on Facebook.

 

Image courtesy of Flickr, webtreats.

Dão sempre jeito.

;)

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

O Design como solução para as empresas

O Design

Este era para ter sido outro post. Daqueles sobre alguma empresa relacionada com alguma rede social, ou sobre algum programa de televisão ou rádio. Mas a meio caminho nas leituras de um dos raros fins-de-semana em que pouco toquei em trabalho, refugiei-me numa das minhas paixões secretas (not anymore…) que é o design. Mais particularmente, no design de objetos, de casas, interiores, exteriores (claro também a arquitectura) e a reboque de tudo isto, sempre lado a lado: a fotografia.

O design, já vocês o sabem, é a razão de sucesso das empresas no novo século – não falo do lado esteta, não se confunda a ‘aparência’ do design nem tão pouco também se viaje até aos antípodas e se pense apenas na função. Nem uma coisa nem outra. Ou como qualquer workshop que já tenham tido com o Cayatte vos dirá, é o pensamento do design, a solvabilidade e a procura pela solução perfeita para todos os constituintes do problema. No meu caso, a transposição disso mesmo, depois, num objeto que guarda como testemunho a obra feita – a fotografia – que consegue elevar ainda mais toda esta magia a momentos de regozijo e inspiração.

Deixo abaixo 3 recentes descobertas de um sítio recomendadíssimo (www.freshome.com) por onde passo frequentemente e onde relembro os vários ensinamentos de vários livros dedicados a essa revolução que é o pensamento do design aplicado às empresas.

Pode não parecer, mas estão aqui 3 excelentes ideias para aplicar a um daqueles vossos novos projetos… acreditem.

Pois seja numa cadeira que pode ser sempre reinventada ou numa decoração de uma casa de banho que não precisa ser simplesmente um lavabo e as restantes peças da Valadares, há muito por onde nos deixarmos inspirar – mas muitíssimo mais importante: questionar.

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

Endemol - Tv, Web, Ambos?

Creio que terá escapado a uma grande maioria de curiosos destas coisas da web à mistura com a Tv e a Rádio, mas alguns conhecidos repararam nela pelos seus Google Readers, na altura veiculada pelo Briefing, e também a mim me chamou a atenção — a mega-produtora ENDEMOL havia comprado 50% de…………… um site.

Sim, leram bem. Um site.

...podem continuar a ler mais, aqui:
http://cibertransistor.com/2011/06/28/endemol-tv-internet-ou-ambos/

;)

R.

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

Pesquisar por imagens em vez de palavras no Google

R: sim, é possível.

;)

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

Hasta La Victoria, Siempre!



Dois dos apresentadores do 5 para a meia noite deixam o programa no arranque da 5.ª série. Resta-me apenas deixar um abraço de amizade pelo companheirismo, entrega, amizade e dedicação nesta aventura e por ajudarem a mostrar aos velhos do restelo que sim, sim, sim - é possível fazer diferente fazendo até melhor.

Este foi o primeiríssimo post no site/blog do programa, nesse final de maio de 2009, depois de 3 meses a congeminar e preparar o arranque do programa e de outros 6 anteriores a esse a prescrutar a net como helper em futuras empreitadas tv e rádio:
http://bit.ly/5mncomotudocomecou

(fica também a foto simbólica de uma das primeiras reuniões de trabalho na Videomedia)

POSTED BY Ricardo Tomé
DISCUSSION 1 Comment

INSCRIÇÕES ABERTAS!!! Pós-Graduação - Marketing nas Redes Sociais

Marketing nas Redes Sociais

Pós Graduação (Executive Master)

Introdução

As redes sociais não só vieram para ficar, como são já uma nova forma de comunicar. A evolução da Internet levou a Web para uma nova dimensão. Deixou de ser apenas um canal de comunicação e distribuição, de importância inegável para a maioria das marcas. Passou a ser o ponto de encontro e de partilha. O espaço público das sociedades desenvolvidas. Um novo espaço social, à escala global. É neste contexto que as marcas procuram respostas às novas questões. Como criar valor numa nova dimensão social, onde a publicidade tradicional não é bem acolhida, e cada vez menos eficaz? Como podem as marcas dialogar com os seus consumidores, numa conversa que é liderada e controlada por eles próprios? E como se pode articular um meio disruptivo e inovador, com a visão ainda industrializada da maioria das organizações? Estas e outras questões, são o ponto de partida para a Pós Graduação em Marketing nas Redes Sociais. Um curso que assegura aos seus alunos a aquisição das técnicas de marketing mais relevantes e eficazes para criar marcas mais fortes nas redes sociais. Articulando as mais importantes abordagens teóricas, com a aplicação prática a variadas marcas de diferentes sectores, este curso garante aos seus alunos o domínio e uma especialização única na gestão das redes sociais.

Objectivos

No final desta Pós Graduação todos os alunos serão capazes de dominar as técnicas mais relevantes para potenciar e criar marcas com mais valor a partir da Web Social.

2.ªEDIÇÃO!

força, aqui:
http://www.iade.pt/pt/cursos/p%C3%B3s-gradua%C3%A7%C3%B5es-/marketing-nas-red...

;)

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 1 Comment

Os vossos comentarios no twitter e facebook estao tambem na RTP1 e RTPN

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 1 Comment

Vídeo - Eleições 2011 - Tempo de Antena do Partido da Nova Democracia - Madeira

Confesso que tive de ver 3x, para confirmar e acreditar que isto não é um ksetch de humor mas é mesmo o vídeo do tempo de antena de um partido, que neste caso nem sei como não chegou aos jornais...
:o

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 2 Comments

Publicidade online com vista a crescer fruto da junção dos 2 maiores organismos

A direcção da Associação Europeia de Publicidade Interactiva (EIAA) e o Interactive Avertising Bureaux (IAB) anunciaram na passada quarta-feira, dia 18, que ambas as instituições juntaram forças no sentido de formar uma única associação comercial europeia para representar melhor e apoiar o sector da publicidade online: a IBAS Europa.

A junção vem unir os membros corporativos, trazendo, assim, a adesão de mais de 41 membros corporativos e 27 IABs nacionais, representando os accionistas de toda a economia da publicidade online, incluindo os principais grupos editoriais, publicitários, agências, portais, tecnologia e prestadores de serviços.

Sob a liderança do presidente e CEO Alain Heureux, a missão da IBAS Europa é promover, proteger e demonstrar o valor da indústria europeia da publicidade digital.

A Alison Fennah, directora executiva da EIAA, caberá o papel de vice-presidente para a pesquisa e marketing, assim como a responsabilidade pela expansão das mesmas áreas dos programas da IAB Europa.

No âmbito deste acordo, a IAB Europa estará ainda encarregue de desenvolver o seu portfólio de pesquisa, incluindo os projectos da EIAA como a Mediascope Europa e o Barómetro Marketers Internet Ad, dois projectos de investigação que a indústria da publicidade online tem vindo a invocar como indispensável dentro do sector. Com a existência da IAB Europa, o relatório de custos de publicidade AdEx e a utilização do MCDC e estudo de atitudes, prevê-se que o sector comercial venha a conseguir fornecer os dados e os “conhecimentos vitais para informar e orientar o desenvolvimento deste dinâmico e economicamente importante sector”, revela a associação.

A organização está já focada na protecção da indústria através de um programa de assuntos públicos para educar legisladores e grupos interessados. Com a influência adicional dos membros da EIAA, a IAB Europa ampliará a sua influência e representação de toda a cadeia de valor da publicidade online. Esta actividade continuará a ser liderada por Kimon Zorbas, vice-presidente para os Assuntos Públicos.

Guy Phillipson, presidente da IAB Europa, afirma: “IAB Europa e a EIAA sempre tiverem a mesma visão, nomeadamente para o crescimento da quota de publicidade online e no melhoramento dos conhecimentos dos marketers ao nível dos benefícios do online como meio de publicidade. Combinando a adesão dos associados, a investigação e a perícia das duas associações conseguiremos trazer energia renovada e focarmo-nos assim no apoio e protecção na indústria da publicidade interactiva. Agora que a indústria tomou a iniciativa da auto-regulação perante a Comissão Europeia, é vital que tenhamos uma organização comprometida e com capacidade e que seja a voz de mais de 5.500 companhias associadas de toda a região”.

Já a directora executiva da EIAA, Alison Fennah, revela que “apoiada por todos os grandes chefes da indústria digital na Europa, a fusão do EIAA e da IAB Europa fornecerá os recursos e perspectivas críticas na promoção do desenvolvimento do mercado da publicidade interactiva. A sua visão colectiva e experiência irão permitir construir bases sólidas na indústria e ajudar as empresas e os mercados no crescimento dos seus negócios”.

Laurent Delaporte, vice-presidente da Microsoft Advertising, EMEA explica: “nós, na Microsoft Advertising subscrevemos inteiramente a fusão da EIAA com a IAB Europa, unindo as principais agências, proprietários de meios de comunicação, companhias de investigação e mais de 20 IABs nacionais ao redor da Europa. Combinando os assuntos públicos e as actividades de investigação da região numa única organização, estamos a fortalecer o valor da indústria digital e do marketing interactivo, na Europa, através de uma visão estratégica única”.

Fonte: Multicom

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

Vem aí =)

Mmmmmmm!

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

Estudo: notícias e sites de notícias

May 9, 2011

Where people Go, How They Get There and What Lures Them Away

By Kenny Olmstead, Amy Mitchell and Tom Rosenstiel

Whatever the future of journalism, much of it depends on understanding the ways that people navigate the digital news environment—the behavior of what might be called the new news consumer. 

Despite the unprecedented level of data about what news people consume online and how they consume it, understanding these new metrics has often proven elusive. The statistics are complicated, sometimes contradictory, and often introduce new information whose meaning is not clear.

To shed more light on Web news behavior, the Pew Research Center’s Project for Excellence in Journalism has conducted an in-depth study of detailed audience statistics from the Nielsen Company. The study examines the top 25 news websites in popularity in the United States, delving deeply into four main areas of audience behavior: how users get to the top news sites; how long they stay during each visit; how deep they go into a site; and where they go when they leave.

Overall, the findings suggest that there is not one group of news consumers online but several, each of which behaves differently. These differences call for news organizations to develop separate strategies to serve and make money from each audience.  

The findings also reveal that while search aggregators remain the most popular way users find news, the universe of referring sites is diverse. Social media is rapidly becoming a competing driver of traffic. And far from obsolete, home pages are usually the most popular page for most of the top news sites.

What users do with news content, the study also suggests, could significantly influence the economics of the news industry. Understanding not only what content users will want to consume but also what content they are likely to pass along may be a key to how stories are put together and even what stories get covered in the first place.

Among the findings:

  • Even the top brand news sites depend greatly on “casual users,” people who visit just a few times per month and spend only a few minutes at a site over that time span.  USAToday.com was typical of most of these popular news sites: 85% of its users visited USAToday.com between one and three times per month. Three quarters came only once or twice. Time spent was even more daunting: When all the visits were added together, fully a third of users, 34%, spent between one and five minutes on the paper’s Website each month.[1] Even if, as some suggest, online data tend to count some users multiple times, inflating the number of casual users and undercounting repeat visits, casual users till would be the largest single group.
  • There is, however, a smaller core of loyal and frequent visitors to news sites, who might be called “power users.” These people return more than 10 times per month to a given site and spend more than an hour there over that time. Among the top 25 sites, power users visiting at least 10 times make up an average of just 7% of total users, but that number ranged markedly, from as high as 18% (at CNN.com) to as low as 1% (at BingNews.com).
  • Even among the top nationally recognized news site brands, Google remains the primary entry point. The search engine accounts on average for 30% of the traffic to these sites.
  • Social media, however, and Facebook in particular, are emerging as a powerful news referring source. At five of the top sites, Facebook is the second or third most important driver of traffic. Twitter, on the other hand, barely registers as a referring source. In the same vein, when users leave a site, “share” tools that appear alongside most news stories rank among the most clicked-on links.
  • When it comes to the age, news consumers to the top news websites are on par with Internet users overall. This stands apart from news consumption on traditional platforms, which tends to skew older, and may bode well for the industry.

All of this suggests that news organizations might need a layered and complex strategy for serving audiences and also for monetizing them. They may need, for instance, to develop one way to serve casual users and another way for power users. They may decide it makes sense to try to convert some of those in the middle to visit more often. Or they may try to make some of their loyal audience stay longer by creating special content. Advertising may help monetize some groups, while subscriptions will work for others.  And the strategy that works best for each site may differ.

What’s more, with the development of mobile, these layers will almost certainly multiply.

The study builds off of our 2010 NetView analysis of the top roughly 200 news sites in the United States, those that, by Nielsen’s count, averaged at least 500,000 unique U.S. visitors per month. In the new report, PEJ narrowed the focus to the top 25 sites.  Despite the rapid growth of eReader and tablet devices, most online news consumption still occurs on browser. Only between 7-10% of the population currently owns a tablet or e-reader. The study, which examined nine months of consumer data spanning the first three quarters of 2010, sheds light on the significance of search aggregators and social networks, the importance of creating a family of related Websites, and hints at which kinds of sites might have more success with paywalls than others.

Footnote:

1.  Some experts believe that traditional online metrics undercount Website loyalty because “unique visitors” actually count computers, not people. So if the same user visits a site from a different computer, he or she would be counted more than once. Still, these numbers suggest that a good deal of online news consumption involves people arriving casually, often through referrals from search engines or social media. This is discussed more in the section on How Users interact with News.

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

Experiência sonora ao click maravilhosa!

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

VÍDEO - discurso de Obama no jantar da Casa Branca - imperdível

Obama’s speech at White House Correspondents’ dinner (video)


President Barack Obama yucks it up at the 2011 White House Correspondents' Association dinner. (Chris Kleponis/ AFP)
At last year’s White House Correspondents’ dinner, president Obama split sides the old-fashioned way — landing well-timed, dryly delivered, punchlines that lit up everybody from Joe Biden to the JoBros.

On Saturday night, when he wasn’t hurling barbs at Donald Trump, the President hitting the play button. His 20-minute speech was heavy with A.V.-oriented chuckles, a la Bill Clinton’s “The Final Days.”

(**White House Correspondents’ dinner 2011 full coverage**)

Obama stepped up to the podium accompanied by footage of a throbbing birth certificate. There was a mock-trailer for “The King’s Speech,” which spoofed his teleprompter dependency. Somewhere in the middle he projected a snippet from the first five-minutes of “The Lion King,” claiming it to be his birth-video. “I want to make it clear to the Fox News table: that was a joke. That was a children’s cartoon,” quipped Obama. “Call Disney if you don’t believe me, they have the long-form version.”

But in between the clips, there were a few real-time zingers, too.

(Any good Trump jokes? Read on here....)

Here’s a few of the president's primo knee-slappers:

•“When it comes to my presidency, the honeymoon is over. For example, some people now suggest that I’m too professorial. I’d like to address that head on by assigning all of you some reading that will help you draw your own conclusions. Others say that I’m arrogant, but I found really great a self-help tool for this: my poll numbers.

•“Where’s the National Public Radio table? You guys are still here? That’s good, I couldn’t remember where we landed on that. I know you were a little tense when the GOP tried to cut your funding, but, personally I was looking forward to new programming, like, ‘No Things Considered,’ or ‘Wait, Wait, Don’t Fund Me’.”

•“Of course, the deficit is a serious issue. That’s why Paul Ryan couldn’t be here tonight. His budget has no room for laughter.”

•“My buddy, our outstanding ambassador, Jon Huntsman. Now, there’s something you might not know about Jon: he didn’t learn Chinese to go there, oh no. He learned English to come here.”

Read also: White House Correspondents’ dinner sees a less serious Obama

By The Reliable Source  |  02:33 AM ET, 05/01/2011

Aproveitem!
:D

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

Recomenda-se: "De quem estamos à espera?… "

De quem estamos à espera?…

Há semanas (a memória já me vai falhando, não sei há quantas, 5 ou 6…) partilhei este vídeo no Facebook e as reacções (sim continuo a escrever com consoantes mudas, esta é uma daquelas que se tirar o “c” parece que estou a falar de suinicultura) foram positivas, o pessoal gostou, falou-se do nosso querido ICEP… nada de mais.

Na altura achei que o video era um postal bonito da Islândia, convidativo, mas talvez por falta de tempo ou mesmo de disponibilidade mental (eu sei, eu sei…) não escrevi o porquê de tudo isto, e o que é que isto têm a ver connosco (Portugal).

É verdade que a Islândia não é um pais perfeito, é verdade que passaram de “hero to zero” num ápice com a crise mundial, devido ao facto (mais, ao erro) de terem uma economia baseada na especulação bancária. Após a desregulamentação do sector bancário nos inícios de 2000, os bancos domésticos expandiram agressivamente as suas operações nos mercados estrangeiros, aceitando depósitos estrangeiros e emprestando no mercado interbancário. Em meados de 2008, os bancos detinham mais de EUR 40 mil milhões em dívida externa,

o Nuno, tal como eu, é colaborador do Cibertransistor, onde podem ler o artigo na íntegra, que desde já recomendo.

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

Prosecco italianissimo!

Marvelous. Just marvelous.

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

Os 9 tipos de miúdas de baile de finalistas

Media_httpsakbuzzfedc_bbvzm

Não me perguntem porquê, mas não consigo de deixar de achar alguma piada a este tipo de tops.
LOL

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 1 Comment

O melhor anúncio de televisão a um telemóvel que não é um anúncio de televisão

E no dia em que escrevo este post, já lá vão 2 milhões de visualizações.
É obra!

;)

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

Homens da Luta - Fotos

DSC00732 by rtppt
DSC00732, a photo by rtppt on Flickr.

e há mais fotos dos Homens da Luta, aqui no flickr da RTP - www.flickr.com/rtppt

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

Porque silenciam a ISLÂNDIA? por Francisco Gouveia

Para ter em conta no próximo dia 5 de Junho. 

 

Porque silenciam a ISLÂNDIA?

 

Estamos neste estado lamentável por causa da corrupção interna - pública e privada com incidência no sector bancário - e pelos juros usurários que a Banca Europeia nos cobra.

 

Sócrates foi dizer à Sra. Merkle - a chanceler do Euro - que já tínhamos tapado os buracos das fraudes e que, se fosse preciso, nos punha a pão e água para pagar os juros ao valor que ela quisesse.

 

Por isso, acho que era altura de falar na Islândia, na forma como este país deu a volta à bancarrota, e porque não interessa a certa gente que se fale dele.

 

Não é impunemente que não se fala da Islândia (o primeiro país a ir à bancarrota com a crise financeira) e na forma como este pequeno país perdido no meio do mar, deu a volta à crise.

 

Ao poder económico mundial, e especialmente o Europeu, tão proteccionista do sector bancário, não interessa dar notícias de quem lhes bateu o pé e não alinhou nas imposições usurárias que o FMI lhe impôs para a ajudar.

Em 2007 a Islândia entrou na bancarrota por causa do seu endividamento excessivo e pela falência do seu maior Banco que, como todos os outros, se afogou num oceano de crédito mal parado. Exactamente os mesmo motivos que tombaram com a Grécia, a Irlanda e Portugal.

 

A Islândia é uma ilha isolada com cerca de 320 mil habitantes, e que durante muitos anos viveu acima das suas possibilidades graças a estas "macaquices" bancárias, e que a guindaram falaciosamente ao 13º no ranking dos países com melhor nível de vida (numa altura em que Portugal detinha o 40º lugar).

 

País novo, ainda não integrado na UE, independente desde 1944, foi desde então governado pelo Partido Progressista (PP), que se perpetuou no Poder até levar o país à miséria.

 

Aflito pelas consequências da corrupção com que durante muitos anos conviveu, o PP tratou de correr ao FMI em busca de ajuda. Claro que a usura deste organismo não teve comiseração, e a tal "ajuda" ir-se-ia traduzir em empréstimos a juros elevadíssimos (começariam nos 5,5% e daí para cima), que, feitas as contas por alto, se traduziam num empenhamento das famílias islandesas por 30 anos, durante os quais teriam de pagar uma média de 350 Euros / mês ao FMI. Parte desta ajuda seria para "tapar" o buraco do principal Banco islandês.

 

Perante tal situação, o país mexeu-se, apareceram movimentos cívicos despojados dos velhos políticos corruptos, com uma ideia base muito simples: os custos das falências bancárias não poderiam ser pagos pelos cidadãos, mas sim pelos accionistas dos Bancos e seus credores. E todos aqueles que assumiram investimentos financeiros de risco, deviam agora aguentar com os seus próprios prejuízos.

 

O descontentamento foi tal que o Governo foi obrigado a efectuar um referendo, tendo os islandeses, com uma maioria de 93%, recusado a assumir os custos da má gestão bancária e a pactuar com as imposições avaras do FMI.

Num instante, os movimentos cívicos forçaram a queda do Governo e a realização de novas eleições.

 

Foi assim que em 25 de Abril (esta data tem mística) de 2009, a Islândia foi a eleições e recusou votar em partidos que albergassem a velha, caduca e corrupta classe política que os tinha levado àquele estado de penúria. Um partido renovado (Aliança Social Democrata) ganhou as eleições, e conjuntamente com o Movimento Verde de Esquerda, formaram uma coligação que lhes garantiu 34 dos 63 deputados da Assembleia). O partido do poder (PP) perdeu em toda a linha.

 

Daqui saiu um Governo totalmente renovado, com um programa muito objectivo: aprovar uma nova Constituição, acabar com a economia especulativa em favor de outra produtiva e exportadora, e tratar de ingressar na UE e no Euro logo que o país estivesse em condições de o fazer, pois numa fase daquelas, ter moeda própria (coroa finlandesa) e ter o poder de a desvalorizar para implementar as exportações, era fundamental.

 

Foi assim que se iniciaram as reformas de fundo no país, com o inevitável aumento de impostos, amparado por uma reforma fiscal severa. Os cortes na despesa foram inevitáveis, mas houve o cuidado de não "estragar" os serviços públicos tendo-se o cuidado de separar o que o era de facto, de outro tipo de serviços que haviam sido criados ao longo dos anos apenas para serem amamentados pelo Estado.

 

As negociações com o FMI foram duras, mas os islandeses não cederam, e conseguiram os tais empréstimos que necessitavam a um juro máximo de 3,3% a pagar nos tais 30 anos. O FMI não tugiu nem mugiu. Sabia que teria de ser assim, ou então a Islândia seguiria sozinha e, atendendo às suas características, poderia transformar-se num exemplo mundial de como sair da crise sem estender a mão à Banca internacional. Um exemplo perigoso demais.

Graças a esta política de não pactuar com os interesses descabidos do neo-liberalismo instalado na Banca, e de não pactuar com o formato do actual capitalismo (estado de selvajaria pura) a Islândia conseguiu, aliada a uma política interna onde os islandeses faziam sacrifícios, mas sabiam porque os faziam e onde ia parar o dinheiro dos seus sacrifícios, sair da recessão já no 3º Trimestre de 2010.

 

O Governo islandês (comandado por uma senhora de 66 anos) prossegue a sua caminhada, tendo conseguido sair da bancarrota e preparando-se para dias melhores. Os cidadãos estão com o Governo porque este não lhes mentiu, cumpriu com o que o referendo dos 93% lhe tinha ordenado, e os islandeses hoje sabem que não estão a sustentar os corruptos banqueiros do seu país nem a cobrir as fraudes com que durante anos acumularam fortunas monstruosas.

Sabem também que deram uma lição à máfia bancária europeia e mundial, pagando-lhes o juro justo pelo que pediram, e não alinhando em especulações. Sabem ainda que o Governo está a trabalhar para eles, cidadãos, e aquilo que é sector público necessário à manutenção de uma assistência e segurança social básica, não foi tocado.

Os islandeses sabem para onde vai cada cêntimo dos seus impostos.

 

Não tardarão meia dúzia de anos, que a Islândia retome o seu lugar nos países mais desenvolvidos do mundo.

O actual Governo Islandês, não faz jogadas nas costas dos seus cidadãos. Está a cumprir, de A a Z, com as promessas que fez.

 

Se isto servir para esclarecer uma única pessoa que seja deste pobre país aqui plantado no fundo da Europa, que por cá anda sem eira nem beira ao sabor dos acordos milionários que os seus governantes acertam com o capital internacional, e onde os seus cidadãos passam fome para que as contas dos corruptos se encham até abarrotar, já posso dar por bem empregue o tempo que levei a escrever este artigo. 

 

Francisco Gouveia, Eng.º

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

RTP é a primeira empresa de Media portuguesa no foursquare

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

Class of 2010/11 no 5 Para a Meia-Noite

...depois de 3h de aula de Activação e Gestão de Comunidades
;)

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

TwitTV - uma televisão na web feita pelos tweets dos users

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

como este Kutimen é um génio do remix




muito bom
:P

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

maravilhoso vídeo remix

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

The Gift - The Singles



marvelous second song!
;)

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

Gestão de Conteúdos ou Gestão de Marcas? Qual a primeira verdadeira preocupação para a web?

na grande maioria dos casos, o que ainda hoje temos é a transposição das marcas dos restantes meios para a Web. Muitas das vezes, do mesmo grupo, canibalizando-se até. Todos temos feito o mesmo – experimentado, testado, aproveitado o capital de credibilidade, relevância e a atracção automática de uma audiência fiel como garante de um mínimo de sustentabilidade. Mas fará isto ainda sentido, lato senso? Porque simplesmente os conteúdos já estão feitos e disponíveis, deverão as marcas estar na Web, todas elas, simplesmente porque sim, porque é possível, porque há ‘espaço’? Não deveriam as empresas também dedicar a mesma preocupação em criar marcas na Web como fizeram para criar uma marca para a imprensa, a rádio ou a tv? Ou pelo menos equacioná-lo mais vezes? Porque todas as marcas se atiram para a Web misturando-se muitas vezes caoticamente no seio do mesmo grupo? Será apenas para não frustrar os subscritores a irem ao Google e descobrirem que a sua marca, afinal,  não tem site e não pode assim encontrar as peças que lê/ouve/vê no meio original?

Grupos de comunicação social detêm por vezes dezenas de marcas. E esta riqueza é também um desafio. Eu diria aliás: o desafio.

podem ler o artigo completo no link acima do Cibertransistor.
;)

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 2 Comments

Darth Vader invade o superbowl e mata a tradição - via Cibertransistor.com

Darth Vader invade o superbowl e mata a tradição

Para quem não viu, este é o vídeo publicitário que marcou a edição do clássico top de anúncios que anualmente se desunham para disputar a liderança no intervalo da mítica final de Futebol Americano. Chama-se “The Force”, é da Volkswagen e pretende apenas anunciar o novíssimo Passat em terras do Tio Sam, e para isso foi buscar um juvenil Darth Vader. Ora vejam:

A razão porque trago aqui o vídeo

Para ler na íntegra, aqui:
http://cibertransistor.com/2011/02/16/darth-vader-invade-o-superbowl-e-mata-a...

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 1 Comment

Cassetes, Cassetes e mais Cassetes - design das capas

obrigado pela dica, João Oliveira!!!!
:D

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

excelente post do Filipe Marques

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

A experimentar - SAPO a5

so far looking good; único aspeto a considerar até agora, num primeiríssimo contacto, é a bateria quando em uso intensivo de web.

No geral, por 150€, está a ser uma grande surpresa.
Veremos perante uso intensivo nos proxs dias.

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 1 Comment

Google TV – isto é internet na televisão, ou é mesmo só aplicações, ou é outra coisa qualquer? | Cibertransistor.com

Google TV – isto é internet na televisão, ou é mesmo só aplicações, ou é outra coisa qualquer?

Primeiro de tudo, vejamos para os que ainda não viram ou não sabem, o que é a Google TV:

Verdadeiramente, a Google TV existe, mas ainda não “é”. Por um lado e até pelo nome, tem o condão de não deixar ninguém indiferente. Mas por outro parece que todos acham tudo da Google Tv, mas verdadeiramente e falando com tempo, percebemos que há pelo menos umas 5 ideias diferentes do que cada um “acha” que é a Google TV…

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

Júlia Pinheiro vs. Conan O’Brien vs. Fátima Lopes

Júlia Pinheiro vs. Conan O’Brien vs. Fátima Lopes

Parecerá à primeira vista estranho ou despropositado ou só mesmo uma mera provocação ter estes 3 nomes da televisão juntos no mesmo título. Mas não é. Nada disso.

Em comum, como é fácil de perceber, Júlia Pinheiro, Conan O’Brien e Fátima Lopes são apresentadores de programas de televisão (entre outras coisas, obviamente, e por ordens de grandeza que a cada um importará de formas diferentes, que isto sejamos livres de escolher como bem queremos).

O que aqui interessa e talvez seja um excelente sub-título é:
“A que não foi  -  O que conseguiu  -   A que não se sabe”
Curiosos? Passo a explicar.

Posted via email from rictome

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments