Google G-Mail

Um vídeo fantástico que a GOOGLE realizou (editou), juntando vídeos enviados por pessoas por todo o mundo fora.

Gmail: Behind the Scenes (Final Cut)



O conceito é simples: "Imagina como uma mensagem de e-mail viaja pelo mundo fora!".
Os requisitos: uma cânmara de vídeo + logo do G-Mail visível no vídeo + criatividade.

Resultado? Um vídeo extremamente divertido, onde o departamento de Publicidade & Marketing e de R.P. do gigante americano investiu bom tempo e que lá vai cimentando o posicionamento que melhor defende esta multinacional: simpatia, algum low-profile, juventude, universalidade, democracia, liberdade, partilha.

Nota Pessoal:
O segmento que acho mais delicioso é o do mexicano que arranca em enorme cavalgada!


Para consultar a página deste projecto ->

Para ver todos os vídeos enviados para a campanha do G-Mail ->

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , , , , ,
DISCUSSION 0 Comments

Pulp Fiction

Pulp Fiction Fucking Short Version


Ok. Podemos ver isto como uma 'outra' forma de ver o filme do Tarantino, assim mais resumidinha (2 minutos) e concentrando-nos apenas num único aspecto... er... palavra.

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN ,
DISCUSSION 1 Comment

Música & Animação



Um (primeiro) trabalho experimental de 4h de uma dupla que assim tentou a sua sorte no 7.º Festival "Artimation", organizado pela Art Institute of Schaumburg. Claro que passaram horas a desbravar o After Effects e no fim estoiraram com todos os prazos. Mas para quem arrancou nisto pela primeira vez, não está nada, nada mau!


(recomendação via Nuno G.)

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , , ,
DISCUSSION 0 Comments

NOTÍCIAS!!! - o que se passou, afinal...

Notícias de todo o mundo. Notícias da região e notícias locais. Notícias e mais notícias e, mais do que isso, as notícias das próprias notícias!

Eis um artigo interessantíssimo de Joe Strupp na Editor & Publisher , sobre casos de sucesso e insucesso na expansão de muitas das empresas de Media e das suas áreas de informação para a web, em 10 anos de história (ainda parece que tudo isto foi ontem!...).

Dos blogs à personalização de homepages, passando pelos rasgos da tecnologia e pela eterna luta com o Pago VS. Não Pago, há muito para (re)descobrir e (re)aprender sobre o mundo da informação e das notícias por essa web fora.

Ler o artigo:
SPECIAL: Web Editors Reveal Online Flops or Failures ->

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 1 Comment

www.abola.pt - em primeiro lugar

O site d'A Bola continua no número 1 de sites mais visitados no nosso país, segundo a Marktest. Logo a seguir sendo 'perseguido' pelos sites do Record, Jornal de Negócios e Correio da Manhã.

Surpresos? Porquê?
Basta pensar que os senhores da Marktest insistem em elaborar o ranking com base nos pageviews, a ideia mais peregrina que já se viu e que faz rir quem anda nestas coisas da internet
(essa nova tecnologia de que eu, pessoalmente, já ouvi falar e qualquer dia ainda hei-de experimentar...)

Para quem não sabe, temos como índices para monitorizar as audiências a nível de internet:
(seguem definições a 'grosso modo')

- Visitantes Únicos
cada utilizador/visitante que se liga ao servidor de um site por um computador é identificado e conta assim como um visitante único; depois disso, mesmo que lá vá hoje ou amanhã ou depois, sabemos que se trata da mesma pessoa/computador, e por isso é um visitante já identificado e que não voltamos a contabilizar

- Visitas
o número de vezes que um utilizador/visitante inicia uma sessão, sendo que cada página aberta durante essa sessão só se conta uma única vez, mesmo que ele a abra depois mais vezes. Após meia hora ou 45 minutos - varia conforme os softwares - de inactividade desse utilizador no site, se ele regressar, conta-se nova sessão e voltam-se a contabilizar as páginas visitadas, novamente, uma única vez.

- Pageviews
o número de vezes que uma página é aberta por um utilizador/visitante; se este fizer 'refresh' à página, conta logo como mais um pageview


Ora o que tem acontecido com a aferição e divulgação dos tops de sites portugueses com base nos pageviews enviesa toda a realidade das coisas. Sites como o Jornal de Negócios, onde a informação 'pinga' e é preciso estar atento naquelas horas do dia, recebem pedidos de 'refrescamento' das páginas constantes. Se formos a ver, contudo, não passam dos mesmos 20 ou 30 mil visitantes únicos. Se compararmos com sites mais abrangentes e que tocam mais faixas de público, esses poderão ter 50 ou 60 mil visitantes mas, como estes consultam a informação e saem, sem refrescar as páginas, são 'desprezados' em valor neste ranking da Marktest.

Para se perceber melhor, seria como fazer um ranking de restaurantes em que o que contava eram os clientes que voltavam no mesmo dia, e não o total de clientes ao final do dia. Se um cliente entrasse para beber um café, saísse, voltasse a entrar para beber outro café, depois saísse e voltasse a entrar para lanchar seriam contados como 3. Um cliente que entrasse para lanchar e também bebesse os mesmos 2 cafés, tudo de uma só vez, seria contado apenas como 1 (!) .

Como é de calcular, este ranking com base nos pageviews é em tudo pouco verdadeiro. Daí que, 'hélas!", a Marktest se tenha decidido, e bem, segundo consta e tem saído nas entrelinhas da imprensa, que passarão a elaborar o ranking dos sites com base nos visitantes únicos e não, obviamente, com base nos pageviews, essa ideia demente e que só diz uma coisa: nada.

Para ler o Ranking elaborado pela Marktest ->

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 0 Comments

Sugestões Enólogas do Aprendiz: CASA DE SANTAR Branco 2006

Um vinho absolutamente delicioso! De todos os brancos que bebi (ok, não me posso gabar que já tenham sido muitos, de facto) este é sem dúvida um dos que mais calorosamente preencheram este Verão e que ficará na memória (facto que desde logo revela obtenção de preciosos pontos extra!).

Bem amadurecido, envolvente, cristalino e sem macerar demasiado a boca com aquela pontada de álcool que noutros vinhos obriga a estalar a língua, mas de arrepio. Aqui, nada disso. Um impecável acompanhamento que, no meu caso (e porque o meu Martim ainda não me acompanha nestas andanças - afinal, com 5 meses os pediatras todos teimam em impedir as crianças de provar o bem bom) chegou para um cabrito assado e um dia depois para uma pescada no forno embrulhada em legumes salteados (nada mau, podem crer!).


Recomendo vivamente e nem me alongo mais. Cliquem para ampliar as imagens e ler um pouco mais deste Casa de Santar, de terras do Dão, uma Casa já com 13 gerações e cuja História é realmente fascinante. Encontram-no a pouco mais de €4 ou a €3,25 em feiras - e acreditem, este preço por um vinho destes, tragam umas quantas.


E porque os bons vinhos nos inspiram, logo dei um pulo ao sr. Google para descobrir e aprender mais sobre esta Casa. Para quem quiser saber mais, é só clicar:
Mais sobre a Casa de Santar ->
( via PingasNoCopo )

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 2 Comments

MySpace, MyPage, MyTimes - personalização de homepages

Depois dos inúmeros sites de comunidades oferecerem como chamariz "uma página própria", gigantes como o Google lançaram o iGoogle, e agora sites como o The New York Times lançam a sua versão, como este MyTimes.

Serve este post para colocar a minha exclamação e apatia simultâneas.

Mas há gente para tanta 'feature'!? Alguém de facto usa isto?
Se no caso dos sites de comunidades (como Hi5, Orkut ou Myspace) me parece lógico, já não acho que o utilizador comum queira ter páginas personalizadas em sequer 5% dos sites que habitualmente consulta; e nem é só por uma questão de limitação de tempo; é mais até porque, como em discussões interessantíssimas com o J.D., o ser humano é um ser social e que precisa ter uma ponte com o resto do mundo, e essa ponte passa por ter áreas da vida emque somos "únicos"e outras em que queremos participar, ver, saber e estar onde todos estão.

Daí que todos vejam a mesma novela, que um filme de sucesso se torne ainda de maior sucesso e um concerto que atraia muita gente esgote de imediato. Todos queremos estar onde está toda a gente.

Ver iGoogle ->

Ver MyTimes ->

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 0 Comments

www.youtube.com - vídeos agora com publicidade

O YouTube arrancou já este mês com 'floating ads' nos seus vídeos (logicamente servidos pelo Google) mas para já ainda e apenas em mercados de língua inglesa. A entrada no nosso mercado deverá ocorrer nos próximos meses, até ao final do ano, mas para já é uma entrada ainda marcada por alguma timidez e muito beta-testing.

Contudo, os eternos defensores do estado-das-coisas-tal-como-elas-estão e sobretudo os anti-publicidade (e anti-Google), já mexem.

Pela Mashable já se anuncia uma notícia com mais de 1500 diggs sobre o TubeStop, uma extensão para Firefox que evita que sejam mostrados os anúncios nos vídeos do YouTube. Claro que o Firefox representa ainda pouco mais de 15% dos browsers e pessoas que se dêem (e saibam) ao trabalho de instalar e usar a extensão, são ainda menos. Mas não deixa de ser curiosa esta imediatez que sempre se encontra na web de alguém que sempre tem uma resposta pronta para tudo.

Claro que, meus amigos, nestas coisas de 'majors' e gigantes, e com dinheiro envolvido, a 'máquina' não pára e o estado-das-coisas certamente mudará, e mais depressa do que se julga.

Ler artigo na Mashable ->

Visitar TubeStop
->

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 0 Comments

Resize de Imagens

Um vídeo interessantíssimo de Brady Forrest no O'Reilly Radar sobre o 'resize' de imagens na web:



Talvez (decerto) ainda vá demorar alguns tempo para que isto seja posto em prática, sobretudo por toda a questão de direitos e veracidade da informação (ok, em vez de veracidade falemos em 'deturpação'). Seja como for, não deixa de ser um pedaço de tecnologia genial, mas que a meu ver volta a lançar o debate aceso entre design VS. informação.

Aqui, no entanto, eu sou a favor da informação e da sua veracidade. Acho muito curiosa e interessante a ideia, mas não sou a favor dos designers que argumentam que "design's first". Pode isto ser, aliás, um passo perigoso, lançando ainda mais a desconfiança sobre os meios online.

Não creio que, apenas por ser tecnologicamente possível, tudo deva ser aplicado. E neste caso, tenho mesmo sérias dúvidas se deva vir a ser aplicado...

Read the full article by Brady Forrest ->

Visit the O'Reilly Radar page ->

POSTED BY Ricardo Tomé
DISCUSSION 0 Comments

Jogar! Jogar! Jogar até mais não!!!

A campanha, como já muitos de vocês conhecem, chama-se "got milk?". Anúncios divertidos, personalidades do mundo do espectáculo, bigodes de leite, etc.



Agora a última e fantástica surpresa chama-se "Get the glass!".
trata-se um jogo em que nós assumimos o papel das personagens de uma família e temos, ao estilo "lança-o-dado-e-executa-desafios-saltando-casas-tipo-monopólio", de chegar ao topo da colina e, claro, "get the glass!".

Está extremamente bem feito, os gráficos são um assombro, as personagens dignas de saltarem para o grande écrã e é impossível não se ficar preso até chegar ao fim. Chegou-me por recomendação do J.P.R. e daqui segue também um forte abraço para ele aí no Sapo!

Para jogar o "Get the Glass!":
www.gettheglass.com

Para ver a publicidade da campanha "Got Milk?":
www.gotmilk.com




POSTED BY Ricardo Tomé
DISCUSSION 0 Comments

Desenhar B.D em minutos!



Por recomendação do J.P.R. dei um pulo ao Sclipo e dei logo de caras com este vídeo genial. Vale bem a pena ver até ao fim!

(também podem ir saltando uns segundinhos, que ninguém morre...)
=)

Para verem mais vídeos no Sclipo:
http://sclipo.com

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 0 Comments

The Effort Effect ( II )

Aproveito agora o tema para incluir o excelente diagrama que tão bem resume o estudo defendido por Carol Dweck. Um grafismo apelativo, legibilidade clara e compreensão e apreensão eficaz do tema. Uma excelente infografia de Nigel Holmes:

(cliquem na imagem para ampliar)


Para consultar o site de Nigel Holmes:
www.nigelholmes.com


POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 0 Comments

The Effort Effect

Um artigo de fundo interessantíssimo, da Stanford University e da sua 'alumni', a psicóloga (guru) Carol Dweck.

Apesar de se centrar essencialmente sobre motivação e como melhor incentivar jovens e crianças, "The Effort Effect" volta a trazer à nota temas como talento VS. prática&trabalho, bem como a desmistificação de que nem todos os que atingem o auge das suas capacidades o fazem porque "já nasceram assim", mas sobretudo porque souberam aplicar-se para atingir esse fim.

Mais do que isso, sublinha como cabe o sucesso não aqueles que se focam na performance e nos resultados, mas antes no que se centram e dedicam ao processo e ao desafio para atingir os resultados.

"The key, she found, isn’t ability; it’s whether you look at ability as something inherent that needs to be demonstrated or as something that can be developed."


Para ler o artigo na íntegra:
The Effort Effect ->

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 0 Comments

Cartoon



Criada pela Aniboom, esta curta-metragem reúne piadas-curtas mais ou menos ácidas, mais ou menos negras, e em todas com este traço fabuloso. Os movimentos da câmara estão também soberbos. São de facto 6mins. deliciosos!

Para ver o site da Aniboom:
www.aniboom.com

Para ver a página da Aniboom no YouTube:
www.youtube.com/aniBOOM

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , , ,
DISCUSSION 0 Comments

Technorati - quanto vale o meu blog!?!?




My blog is worth $5,645.40.
How much is your blog worth?



Hmmm..... alguém quer comprar? Faço 2% de desconto!

=D

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

Espanha

Mesmo aqui ao lado, nem sempre as coisas correm tão bem e de forma tão profissional como nós, por vezes, gostamos de dizer, por forma a catalizar as nossas frustrações e afirmarmos que "Em Espanha é que é!".

Pois bem, desta vez, não foi mesmo...

Passo a explicar.
Delicada como sempre tem sido a questão das regiões e da sua autonomia em Espanha, o governo espanhol decidiu que tinha chegado a hora de criar uma marca e seu respectivo logótipo, que pudesse assinar, a uma só voz, as campanhas publicitárias ou institucionais, em vez de estar a incluir os vários logos das mais variadas regiões envolvidas (Andalucía, Galiza, Ilhas Baleares, ...) e assim a dispersar a força do capital da marca "España".

Solução:
criar então um logótipo e uma marca única: "GOVERNO DE ESPANHA"
(ou como eles gostam mais "Gobierno de España")

Processo:
Lançaram um concurso público, livre a quem quisesse participar, e prometeram um prémio de €12.000 a quem ganhasse. Até aqui, nada de mais. E eis então a solução vencedora:


Não encontram nenhum problema?
Hmmm...
Mas o que pode acontecer num caso como este, em que se apela à rapidez e ao esforço alheio para poupar uns trocos em vez de ser apenas um processo para angariar criatividade e envolver os cidadãos? O que pode acontecer quando não há uma agência escolhida para coordenar o processo e ninguém que aprofunde questões de usabilidade, design, marketing e toda a envolvência do Mercado (político, neste caso)?

Acontece isto:

O Governo Alemão já tinha, e há muito, um logo e marca que são, em tudo, iguais ao recém-criado logo/marca "Gobierno de España", e o que agora sucede são dois cenários:

1. Passa a ser um standard e brevemente teremos um "Governo de Portugal", "Governo de Itália", etc., etc. (é o cenário mais cómico e por isso agrada-me)

2. um delicado caso de diplomacia para ser resolvido entre Espanha e Alemanha, com muita, muita gentileza.


Para saberem e lerem mais sobre este caso, visitem o blog do Jesus Encinar:
www.jesusencinar.com


POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 0 Comments

Sugestões Enólogas do Aprendiz: TERRAS DE MONFORTE Tinto 2004

Oriundo da Herdade do Perdigão, este alentejano de gema quebrou a corrente de vinhos brancos que estava a habilmente descobrir nas últimas semanas. Mas a razão era forte e não dava mesmo para evitar: família toda junta cá em casa e, claro, um Coelho à Caçador para acompanhar da melhor maneira.


Passados os olhos pela estante da Garrafeira Nacional (lá estava por quase €500 o whisky Suntory, que se vê a ser promovido no Lost in Translation pelo Bill Murray), e debatida a questão com a 'chefia' da Casa sobre as opções em carteira, lá optámos por dar o braço ao coelho de Lamego com um vinho do Alentejo.

Resumindo:
um vinho cheio de força e, a meu ver, que peca apenas por ser um pouco afoito, assim um tanto ou quanto mal polido, mas que tem o seu mais forte chamariz pelo imenso corpo, volumoso, cheio, muito, muito intenso. É daqueles vinhos que por pouco que se tenha na boca, enche-a por completo, e que lhe falta ainda moderar um pouco toda essa energia.

Custa pouco mais de €5 e recomenda-se apenas a quem gostar de vinhos com esta personalidade. Quem for mais adepto de equilibrar refeições carregadas de sabor com um vinho mais brando, deve evitar.

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 0 Comments

Proezas Fantásticas - YouTube - dominós



Absolutamente fantástico! O tipo dá uma simples tacada numa bola, e a partir daí os dominós (e a matemática e física) fazem o resto, acertando as restantes bolas de bilhar de 3 mesas nos seus respectivos buracos.

Só visto!

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN ,
DISCUSSION 0 Comments

Sugestões Enólogas do Aprendiz: MURGANHEIRA Branco 2006


Uma desilusão, é como posso descrever a experiência com este branco seco oriundo de terras perto de Lamego e Tarouca. sendo a Murganheira mais conhecida pelos seus espumantes, arrisquei. Contudo, não recomendo. É a meu ver um vinho demasiado 'limpo' de aromas e demasiado 'liso', quase sem corpo e muito 'aguado'.


Tem a favor um teor de álcool acertado, ajustado e coerente, mas não é, de todo, um vinho que nos desperte sensações de prazer nem tão pouco levante uma refeição já de si boa.


Como nota final, deixo uma chamada de atenção para quem muitas vezes confia nos preços e promoções dos super e hipermercados: no Carrefour de Telheiras, este vinho custava a módica quantia de €4,35, mas naquele dia, em promoção, vendia-se por €3,25. Dando um pulo à Garrafeira Nacional (Baixa Lisboa - junto à Pollux), o vinho, sem qualquer promoção, vende-se por €3,05 euros...


POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN ,
DISCUSSION 0 Comments

GOOGLE MAPS - Jogos Pan-Americanos


Agora que os jogos Pan-Americanos terminaram no Rio de Janeiro, a AgênciaBrasil faz um comparativo em como se pode mostrar o que vai acontecer às infra-estruturas via Google Maps ou via texto e tabelas:

Ver Infografia com Google Maps ->

Ver Texto com informação tabular ->

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , , ,
DISCUSSION 0 Comments

SMASHING PUMPKINS - Novo Álbum!


"Zeitgeist" pode não ser (não é de todo, a meu ver) o regresso que se esperava da banda de Billy Corgan, e tão pouco é um bom álbum de hard rock. Mas não podemos negá-lo: "United States", a longa sétima faixa do álbum, tem uma intro com o melhor que já ouvi este ano em termos de riffs. Muito, mas mesmo muito bom.


Smashing Pumpkins - Zeitgeist no All Music Guide ->

Smashing Pumpkins - Zeitgeist no Meta Critic ->


O MetaCritic, aliás, tem vindo a ganhar maior relevância na minha carta de recomendações, uma vez que reúne junto do voto dos críticos o voto do público. E é curioso ver aqui, por exemplo, como o público difere em 2 pontos (0 - 10) na opinião dos críticos. A meu ver, é óbvio que há uma tendência maior para o público votar nas bandas&álbuns que ama/odeia, e numa perspectiva assente no 'imediato', no presente, enquanto para os críticos há sempre a análise do álbum face à realidade da banda, do panorama musical passado, presente e, claro, se sobreviverá ao futuro.


POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

www.flickr.com

Temos de adorar websites que têm sentido de humor e uma 'very polite education'.

Quando estamos avidamente a consumir fotografias e o flickr resolve emperrar, só podemos ser condescendentes, sorrir e aguardar pacientemente, quando as desculpas nos são pedidas de forma tão simpática (cliquem na foto para ampliar e ler a mensagem) :




Flickr:
www.flickr.com




POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , , ,
DISCUSSION 0 Comments

Sugestões Enólogas do Aprendiz: TERRAS D'ERVIDEIRA Branco 2006

Seguimos nos vinhos brancos, que isto os tintos estão a ser embalados para as feiras de Setembro e nessa altura em que o Outono estiver à porta teremos imenso tempo para degustar as surpresas que aí virão.


Desta vez, o Terras D'Ervideira, um vinho branco alentejano, colheita de 2006, a fazer jus ao lado 'forte' dos vinhos desta região, com 13,5º para um vinho que não justificava, a meu ver, tanta 'postura altaneira'.

Não sei o que deu aos produtores para agora insistirem nos vinhos com elevado teor alcoólico. Apesar de se beber bem fresco (de 6º a 8º, como se recomenda no rótulo) e de ser um vinho que ao sabor se sente leve e tranquilo, é impossível disfarçar a contrariedade que se segue. Com 13,5º toda esta suavidade cai por terra.


Eu explico-me.
No que toca à gastronomia, gosto de coisas com mau feitio; tal como gosto de coisas bonitas e delicadas. Gosto de pães toscos, tal como gosto de crépes e croissants estilo francês. Não gosto é lá muito de pão alentejano estilo francês...

Atenção: não quero com isto dizer que este D'Ervideira Branco seja um mau vinho; é um vinho que aliás se saboreia de forma cristalina na boca. Quero apenas dizer que ninguém precisa ter medo de que os apreciadores de vinho achem um vinho meio cobarde só porque tem menos 2º que a média da concorrência.

No meu caso, este D'Ervideira serviu exemplarmente para acompanhar um melão pingo-de-mel com umas fatias finíssimas de presunto. E por pouco mais de €3 tem-se assim um vinho de qualidade. Perde só mais uns pontinhos por não encher de forma completa o paladar no fim, mas não deixa de ser a escolha ideal para quem preferir néctares bem leves e muito, muito suaves. Tenham apenas cuidado com os 'efeitos secundários' ...

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 0 Comments

"Burst Generator"

Ouvir "Burst Generator" dos Chemical Brothers enquanto se tomam decisões estratégicas importantes, só pode ser a experiência mais incompreendida e alucinante para uma grande maioria de pessoas...

Mas é bom e eu gosto!
=)

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 0 Comments

Candidatura de emprego para o Google

A título de curiosidade, e porque sempre muito se empola esta fábula de "Quem me dera ir trabalhar para aqui e para acolá", aqui fica o relato na primeira pessoa de João Pereira, do Público (e autor do blog Engrenagem), sobre o seu processo de selecção e candidatura para trabalhar na Google Europa.

- História de uma candidatura ao Google (ou porque não fui para o Google)

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN ,
DISCUSSION 0 Comments

A nossa Geração, e todas as vindouras, são multi-task

Vários artigos dão conta disso.

Já não vemos televisão. Já não ouvimos rádio. Já não falamos ao telemóvel. Já não surfamos na net. Aliás, somos cada vez mais total e completamente incapazes de fazer uma destas coisas... apenas. Ou seja, vemos televisão e falamos ao telefone. Ouvimos rádio e surfamos na net. Conversamos no messenger enquanto surfamos na net e enquanto temos a tv ligada (mas sem som) porque temos o último álbum dos Chemical Brothers a tocar no winamp.

Somos cada vez mais multi-plataforma e multitaskers.

Ler o artigo da eMarketer:
- Generation Y Multitaskers Boost Media Time


Relatório da Bridge Rratings:
- Generation Y Media Consumption

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN ,
DISCUSSION 0 Comments

The New York Times - mudança da instalações (Vídeo)


Ao fim de 94 anos, o Times mudou de instalações. Podem ver o vídeo aqui:
- ver vídeo

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

Sigilo das fontes também para os bloggers?

Nós por cá vamos discutindo o estatuto do jornalista e as alarvidades que se tentam no momento. Eles por lá (nos EUA) vão discutindo, afinal, se os bloggers têm ou não o mesmo direito que os jornalistas, de manter as suas fontes em sigilo:

Ler tudo aqui:
Bills propose reporter's shield for bloggers

Notícia via Engrenagem:
www.jppereira.com/engrenagem/


POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

Share This Icon




Foi o Alex King quem iniciou o projecto e a proposta de standard para o ícone de "share this", mas como o site estava sempre em baixo, eu crei em alta resolução uma versão minha, igual, para poder ir usando.
=)

Podem clicar na foto para fazer o download do .gif transparente

Podem ir tentando abrir a página que o Alex King dedicou ao projecto:
http://alexking.org/projects/share-icon

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , , ,
DISCUSSION 0 Comments

POLAR ROSE

A ideia parece-me muito boa, educativa e (caso neste ponto saia com sucesso, o futuro está garantido) útil. Chama-se Polar Rose.


Imaginem que estão a surfar na web e dão de caras com a cara de alguém que:
a) não fazem ideia quem seja
b) aquela cara não vos é estranha
c) o site que estão a ver argumenta que aquela cara é da pessoa X mas vocês duvidam

Ora aqui entra em acção o Polar Rose - é uma pequena aplicação que instalam no Firefox para quando, deparados com situações como as descritas acima, possam proceder à identificação da pessoa pela fotografia.

Claro que o projecto arrancou apenas agora e está ainda a reunir informação e apoios pelo mundo fora (é daquelas coisas que só resultará se a malta aderir e ajudar diariamente), mas até agora a beta-version está a correr bem e a equipa que rege o projecto está animada - também pudera, jáconseguiram reunir 5 milhões de investimento no ano passado, da Nordic Venture Partners.
=)


Podem ler o artigo original do StartupSquad aqui:
http://startupsquad.com

Podem ver o site do Polar Rose aqui:
www.polarrose.com

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 0 Comments

Kylie Minogue - novo álbum "KYLIE X"

De destacar desde já o single - "Excuse My French" - e a força electrónica que emana do álbum, para mostrar como após o susto do cancro Kylie Minogue está aí para as curvas.

É a mesma Kylie de sempre que podemos escutar, muito embora a meu ver se pedisse algo de 'novo' e 'frasco'. No geral, a produção é simples e eficaz, mas como um todo, o álbum fica a alguns quilómetros de distância de outras bandas que já fizeram mais do mesmo e, aliás, melhor, como por exemplo "Supernature" dos Goldfrapp... já lançado já há 2 anos.

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments

Fnac nunca mais

Estou eu a meio da leitura do meu Harry Potter, já depois de ter visto 20 ou 30 vezes a etiqueta do preço com os €22,30 que paguei e a promessa de "Preço mínimo garantido" quando, eis senão que, passando pelo Continente, vejo o nosso amigo Harry Potter e a sua 7.ª aventura a €17,10.

Mais de €5 de diferença...

=0

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN ,
DISCUSSION 1 Comment

Sugestões Enólogas do Aprendiz: ADEGA DE PEGÕES


Continuando o bom tempo, nada melhor do que continuar a minha aprendizagem pelos vinhos brancos, para gelar bem (mas não demais) no frigorífico e servir na hora, desta feita a acompanhar um daqueles frangos pequeninos e estaladiços.

Colheita de 2006, este Adega de Pegões anda por volta dos 3 euros; gostei imenso do texto no verso (podem clicar na foto abaixo para ler) por ser de tal forma eloquente mas sem cair no ridículo. O vinho, esse, ao contrário do já recomendado Planalto, é bem mais encorpado e forte. Enche logo a boca e a mim deu-me um pouco aquela sensação de ser um vinho que ao primeiro toque é meio abrutalhado; compensa depois, ficando um agradável aroma na boca.


Oriundo do Sado (Setúbal), creio que este Adega de Pegões 2006 é um vinho difícil de gerar um consenso à mesa, um pouco devido ao seu lado forte e abrupto; mas quem gostar, decerto repetirá. Também por tudo isto não aconselho, pessoalmente, a servir em copo apenas para animar conversas ou uns aperitivos; para isso o Planalto é muito melhor. Aproveitem-no pois para uma boa refeição cheia de sabores, que ele aguenta-se bem. ;)



POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 0 Comments

A Maior Imagem do Mundo

Tem 143 Gigas (a qualidade de um trilião de pixéis - ou terapixel, se preferirem) e decorre de um projecto da APERIO, para criação de imagens maiores e com maior detalhe, nomeadamente para uso médico, em radiografias, para a detecção do cancro da mama.

Podem saber mais sobre o novo formato - BigTIFF - e ver o detalhe que esta imagem permite, aqui:
www.aperio.com/bigtiff/
Ver a imagem!



PS: claro que não irão necessitar fazer o download dos 143 gigas - LOL

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 0 Comments

Boeing 787



Novidades no mundo da aviação.
Se todos os aviões já fossem assim, de certeza que pelo menos os receios de cair ao oceano eram minorados.
=)

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , , , ,
DISCUSSION 0 Comments

Usabilidade e Ergonomia - caso prático

Para quem desconhece ou desvaloriza a importância do trabalho de estruturação e desenho de um sistema de informação (como uma página web, por exemplo), eis aqui dois simples exemplozinhos do que significa quando tal não existe:


(foto por sameli)

(foto por covltwt)


Esta última, em especial a esclarecedora esquemática de funcionamento, para mim, é uma pérola!

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 0 Comments