www.abola.pt - em primeiro lugar

O site d'A Bola continua no número 1 de sites mais visitados no nosso país, segundo a Marktest. Logo a seguir sendo 'perseguido' pelos sites do Record, Jornal de Negócios e Correio da Manhã.

Surpresos? Porquê?
Basta pensar que os senhores da Marktest insistem em elaborar o ranking com base nos pageviews, a ideia mais peregrina que já se viu e que faz rir quem anda nestas coisas da internet
(essa nova tecnologia de que eu, pessoalmente, já ouvi falar e qualquer dia ainda hei-de experimentar...)

Para quem não sabe, temos como índices para monitorizar as audiências a nível de internet:
(seguem definições a 'grosso modo')

- Visitantes Únicos
cada utilizador/visitante que se liga ao servidor de um site por um computador é identificado e conta assim como um visitante único; depois disso, mesmo que lá vá hoje ou amanhã ou depois, sabemos que se trata da mesma pessoa/computador, e por isso é um visitante já identificado e que não voltamos a contabilizar

- Visitas
o número de vezes que um utilizador/visitante inicia uma sessão, sendo que cada página aberta durante essa sessão só se conta uma única vez, mesmo que ele a abra depois mais vezes. Após meia hora ou 45 minutos - varia conforme os softwares - de inactividade desse utilizador no site, se ele regressar, conta-se nova sessão e voltam-se a contabilizar as páginas visitadas, novamente, uma única vez.

- Pageviews
o número de vezes que uma página é aberta por um utilizador/visitante; se este fizer 'refresh' à página, conta logo como mais um pageview


Ora o que tem acontecido com a aferição e divulgação dos tops de sites portugueses com base nos pageviews enviesa toda a realidade das coisas. Sites como o Jornal de Negócios, onde a informação 'pinga' e é preciso estar atento naquelas horas do dia, recebem pedidos de 'refrescamento' das páginas constantes. Se formos a ver, contudo, não passam dos mesmos 20 ou 30 mil visitantes únicos. Se compararmos com sites mais abrangentes e que tocam mais faixas de público, esses poderão ter 50 ou 60 mil visitantes mas, como estes consultam a informação e saem, sem refrescar as páginas, são 'desprezados' em valor neste ranking da Marktest.

Para se perceber melhor, seria como fazer um ranking de restaurantes em que o que contava eram os clientes que voltavam no mesmo dia, e não o total de clientes ao final do dia. Se um cliente entrasse para beber um café, saísse, voltasse a entrar para beber outro café, depois saísse e voltasse a entrar para lanchar seriam contados como 3. Um cliente que entrasse para lanchar e também bebesse os mesmos 2 cafés, tudo de uma só vez, seria contado apenas como 1 (!) .

Como é de calcular, este ranking com base nos pageviews é em tudo pouco verdadeiro. Daí que, 'hélas!", a Marktest se tenha decidido, e bem, segundo consta e tem saído nas entrelinhas da imprensa, que passarão a elaborar o ranking dos sites com base nos visitantes únicos e não, obviamente, com base nos pageviews, essa ideia demente e que só diz uma coisa: nada.

Para ler o Ranking elaborado pela Marktest ->

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 0 Comments