gel para cabelo #2


O gel para o cabelo foi a maior invenção. Desde a roda, claro.

Antigamente, as pessoas usavam chapéus porque não havia maneira de controlar os cabelos rebeldes logo pela manhã; Não havia gel; era o caos. Mas gradualmente as empresas de cosmética e, conta-se, até o próprio departamento de R&D da América, se dedicaram a resolver este problema: -Como controlar o cabelo? Como deixar de usar os terríveis chapéus que nos atormentam há séculos!?

A História mostra-nos algumas soluções infelizes; na França de Louis XV as perucas foram uma das tentativas; cabelo falso para ocultar o feio e despenteado cabelo verdadeiro...

No Egipto antigo chegavam mesmo a rapar as tolas. Ideia daí em diante também adoptada pelas tropas por esse mundo fora. Não fosse um pequeno grande detalhe: o cabelo cresce, e rapar a careca todos os dias é tudo menos prático; vai daí surgiram imediatamente os capacetes...

É pois, por isso, que o mundo delirou e parou ao ver, finalmente, o nascimento da brilhantina!! Logo se seguiram cópias indevidas, como a aplicação do óleo Johnnson. Mas enfim, tudo faz parte do processo convulso que são as revoluções que mudam o mundo. Revoluções essas que, neste caso, por todo o rol de desenvolvimentos técnicos, vieram hoje desembocar no gel para o cabelo!

E foi assim, portanto, que deixámos de usar chapéus.

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 1 Comment

One Response to : gel para cabelo #2

  1. 100tidos says:

    Aqui em Espanha seguiram à risca a evoluçao!;) Cabecinha sem gel n é cabecinha que se apresente!:P