Como surgiu a...

Antigamente, as pessoas não precisavam de decorar as casas. Vivíamos em cavernas e pronto. Era o tempo do básico. A era da simplicidade. Um período cujos reinantes se apelidavam de ascetismo e limpidez. Mas nada dura para sempre. E houve de facto um acontecimento que veio alterar o curso normal das coisas: as celebrações!

A partir de certa altura na nossa evolução como espécie sapiens, achámos por bem começar a celebrar os aniversários e mais este e aquele feriado. A princípio, tudo se resumia a uns grunhidos pela manhã e umas palmadas nas costas ao amigo peludo mais próximo. Mas o cérebro desenvolveu-se, o polegar ficou mais oponente e passámos a fazer a depilação mais regularmente. Com isso, surgiu então um qualquer paspalho e oportunista que se lembrou de inventar essa magnífica dor de cabeça e rombo na carteira, que são os presentes.

Claro que, numa época como há milhares e milhares de anos atrás, não havia centros comerciais, nem Zara, nem Nike Store, nem Habitat e muito menos lojas dos trezentos. Portanto, o que é que as pessoas ofereciam? Pedras. Peles. Ossos? numa palavra: bibelots!

É portanto lógico que, ao longo de muitos e muitos anos, esses bibelots se foram acumulando, a tal ponto de as malas feitas de bexigas de dinossáurio que os nossos antepassados cuidavam no recanto das suas cavernas não os conseguirem guardar mais.

Foi então que alguém terá tido a refulgente ideia de aproveitar todo esse arsenal de infortúnio, desperdício, mau cheiro e em completo estado de fossilização e lhe deu uma arrumação lógica e coerente - - - numa frase: criou-se a Decoração de Interiores.

Hoje em dia, continuamos homens da cavernas. Uns com melhor gosto que outros. Mas no fim continuamos a oferecer, maioritariamente, os mesmos ossos e pedras e peles como o mais desperdiçável bibelot, só que fazemo-lo comprando nas melhores lojas.

Solução?
Os vales/cartões oferta.
Mas esses, ah... pudessem esses resolver todos os problemas!
Amanhã falamos nisso.

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments