O Começo do Mundo


O começo do mundo toda a gente o conhece. Ou quase. E é para esses que ?quase?, que aqui venho explicar os meandros passados e remotos e insondáveis de uma génese em tudo misteriosa e única. Porque tudo se resume, afinal, a essa pergunta: ?como chegámos até aqui??

Bom, no início era o caos.
Era, de facto.
À superfície havia apenas campos de golfe sem rega automática, pelo que um bom quinhão da escassa população passava grande parte da sua curta esperança média de vida na rega. A outra... Ah, a outra parte da população, essa, esganava-se na caça aos flamingos. Isto porque, como bem se sabe, o pescoço do flamingo (e especialmente o seu bico proeminente e robusto) ainda hoje são a melhor arma de arremesso de bolas de golfe que há.

Depois veio a Sprite.
Com isto, a malta então acalmou os ânimos. Mas esse período pouco durou na Terra, pois logo isso gerou também a divisão das populações naquilo que comummente é conhecido no meio científico como Período Spratista. É que com a Sprite logo surgiu o Pepsi Challenge, e com ele voltou também o caos geral. Deu-se a guerra civil na América, por causa da malta do Norte (adepta da 7-Up e da Coca-Cola) e da malta do sul (mais virada para a Sprite e a Pepsi), e por todo o mundo as mulheres suspiravam. Nas mesas havia apenas vinho, água e sumos de fruta. Os primeiros partidos políticos estavam ainda a ser criados, mais precisamente no Bangladesh, e só no final da guerra os homens deixaram de ter piolhos e carraças.

Mas a guerra acabou, finalmente. E com isso surgiu, de forma lógica, o primeiro Casino. Não em Las Vegas, mas em Santa Comba Dão. Foi então que um empresário português, de Braga, assaltante do Casino, se pirou para Las Vegas e aí firmou pé e o primeiro Casino. Com ele vieram então as grandes revoluções tecnológicas do nosso tempo: o polegar oponente, a testa menos alongada e até a máquina a vapor, devido aos inúmeros pedidos pela malta ricalhaça por um Spa decente.

Enfim.

O mundo tornou-se ainda mais inóspito, e com ele vieram as empresas de seguros. Surgiu a primeira cadeia de lingerie erótica. A população terrestre aumentou num ápice. Os balões substituíram os cavalos, que depois foram substituídos, como se sabe, pelos patins em linha, e hoje o mundo é o que todos sabemos. Povoado por anões, duendes, máquinas de passar a ferro portáteis e todo um conjunto de tecidos e padrões para gravatas.

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 6 Comments

6 Responses to : O Começo do Mundo

  1. Anónimo says:

    Acho que já o disse antes, mas tenho de repetir: és brilhante!

  2. Anónimo says:

    E os iogurtes?

  3. Anónimo says:

    grande falha amigo!!!
    Então e aquele pequeno reduto populacional na peninsula ibérica que se manteve fiel ao Sumol??!!!!
    Pois é!!! Vá reler os livros de História s.f.f.
    ;P ETE

  4. Anónimo says:

    ah legal.. mas a cerveja????

  5. Anónimo says:

    apesar de ter palavras indescutiveis,mais concordo com a pessoa que expresou disendo que vc tem que ler novamente livros de historia

  6. Anónimo says:

    babaca, deixa de ser trouxa...
    passa a escrever coisas interessantes...