notícia: "Google ajuda a libertar refém australiano"

"Um jornalista australiano raptado no Iraque foi libertado depois de os seus raptores fazerem uma busca do seu nome na Internet, através do popular motor de busca Google. John Martinkus foi raptado sábado e libertado quando, através de um "site", os seus raptores confirmaram que ele era quem afirmava e, portanto, não trabalhava para a CIA ou para uma empresa norte-americana."

...Prémio Nobel para o Google, um dia destes?

Ou talvez, quem sabe, Google para Presidente dos E.U.A.! Ena! Isso seria fantástico! "Google for President! GOOGLE 4 PRESIDENT!!! GOOGLE 4 PRESIDENT!!!"

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments