www.youtube.com - Beyoncé



As polémicas em torno da queda de Beyoncé num dos seus concertos não páram.

Se no início a notícia (quase sem polémica) fôra a queda da cantora, rapidamente passou a ser notícia o pedido da mesma aos fãs para que não colocassem o vídeo no YouTube. Resultado, multiplicaram-se ainda mais as postagens de vídeos feitos com telemóveis e máquinas fotográficas no famoso site.

Mas as coisas não ficaram por aqui. E a polémica prossegue, desta feita pela editora Sony/BMG. Tendo aderido ao Programa de Copyright do YouTube, este permite que a Sony bloqueie e nomeie para extinção os vídeos cujos direitos considera seus. Os vídeos são depois verificados pelo YouTube e caso seja dada razão ao queixante os vídeos são depois apagados.

O que não deixa de ser curiosos é, primeiro, que as editoras (muito ao contrário dos políticos) ainda não estejam minimamente preparadas nem tenham planos de contingência para as situações já típicas num mundo de novas tecnologias. E segundo, que se exijam direitos e se apaguem vídeos quando estes têm durações infinitesimais, quando a música mal se ouve e quando são meras recordações flash de um instante partilhado por milhares.


Do que estão autores e editoras à espera para ficarem descansados, da criação de um exército de Men in Black munidos dos seus Neuralyzers?



Podem ver mais sobre o programa de copyright do YouTube aqui:
youtube.com/t/copyright_program

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , ,
DISCUSSION 0 Comments