Experiência caseira

Tenho uma caneta bic pendurada lá em casa. Está ali há mais de 4 meses. Sem tampa. Completamente aberta. O tubo de tinta cheio que nem um ovo! Que nem um coco prestes a cair do ramo! Ali está ela, esguia, translúcida, aberta, com o rabo de plástico preso a um fio de pesca que por sua vez se segura num mágico gancho da Tesa, no tecto. Segundo eles dizem, lá na bic, a tinta nunca irá sair pelo bico. E é verdade. Pelo menos há já 4 meses. Daqui a mais 2 dou por terminada a minha experiência. Se até lá o raio da caneta não tiver feito tábua rasa ao marketing da bic, o meu sofá velho não irá ficar cheio de tinta azul e de nada me servirão as já 960 cassetes de vídeo de 180min. com tudo filmado...

(É verdade que se somar o valor das cassetes já poderia ter comprado um sofá novo; mas digam-me sinceramente: acreditavam também vocês que eles tinham testado o raio das canetas!?!)

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN
DISCUSSION 0 Comments