Sugestões Enólogas do Aprendiz: QUINTA DO BUCHEIRO 2006 (Branco) -Douro


Depois de lida a opinião do enólogo-mor e de uma leitura atenta a algumas das características prometidas, arrisquei na última feira de vinhos do Continente (estava a um preço convidativo - sensivelmente €3,5) e a verdade é que, de facto, este Quinta do Bucheiro é uma excelente companhia, quer para queijos suaves, quer para um peixe no forno.


Robusto como só os vinhos do Douro conseguem ser, este vinho deve a principal arma ao final bem vincado e bastante prolongado. Pode não ser muito complexo e texturado na boca e ao paladar, nem mesmo os aromas ao olfacto serem por demais perfumados e arrebatadores, mas é todo ele um vinho macio, seguro, até algo afoito e bastante bem conseguido. Nem diria que custou o que custou!


Razões não faltam, para este vinho dever o seu bom nome e créditos comprovados: vinhas bem criadas junto ao Pinhão, uma Quinta centenária, boas castas e bom armazenamento, tradição no Vinho do Porto e prémios arrecadados aos pares com a sua marca mais reconhecida, o Ceirós.

Para lerem um pouco da história da Quinta do Bucheiro e perceberem porque o brasão assume desde logo o rosto do rótulo, recomendo que cliquem e ampliem a segunda foto. E claro, o mais importante: recomendo vivamente que comprem e experimentem o vinho.

Dentro dos vinhos Brancos que já provei este ano, achei-o um dos três melhores. Embora, claro, realce uma vez mais que este tem sido um ano de provas de vinhos de preço baixo mas sempre em busca de óptimas experiências. Este Quinta do Bucheiro é-o sem dúvida. Se encontrar nova garrafa a este preço, nem hesito - - há lá melhor prova de que vale a pena?




Ver página da Quinta do Bucheiro:
www.quintadobucheiro.com ->

POSTED BY Ricardo Tomé
POSTED IN , , ,
DISCUSSION 0 Comments